ORGANIZANDO UM BERÇÁRIO DE FORMA IDEAL

Postado em 10/02/2018

ORGANIZANDO UM BERÇÁRIO DE FORMA IDEAL

Aos profissionais que assumem a responsabilidade de montar um berçário é necessário ter a consciência da importância que a infraestrutura tem para atender as reais necessidades do bebê, visto que o espaço também educa. O berçário é a segunda casa do bebê.

Ao dedicar o trabalho a essa área tão delicada, que se trata de bebês extremamente indefesos e que dependem totalmente de cuidados especiais, é fundamental compreender as necessidades desses, em especial até um ano, de forma que propicie para o bebê e para seus pais conforto e segurança.

Como deve ser? O que deve ter e proporcionar esse ambiente, de forma que ofereça um serviço de qualidade e confiança? Essas são questões que permeiam no momento de organizar um berçário.

Pensando em favorecer os profissionais com a intenção de montar um berçário ou até mesmo aqueles que já possuem, apresentamos algumas orientações baseadas em dicas de profissionais especializados na área, de forma que venha esclarecer dúvidas quanto à infraestrutura adequada para receber a criança, garantindo o seu desenvolvimento cognitivo, afetivo, motor e social.

Estruturas básicas de um berçário:

1. Sala de repouso: esse ambiente deve proporcionar um bom descanso, para isso necessita de boa ventilação e luz baixa. As roupas de cama, chupetas e brinquedos devem ser individuais.

2. Sala de atividades: essa é um dos principais ambientes, deve oferecer uma série de materiais como giz de cera, papéis, livros, brinquedos, tintas, sempre ao alcance de todos, mas com supervisão. Sugere-se instalar um lavatório nessa sala.

3. Fraldário: ambiente de higiene, orienta-se colocar bebê-conforto para deixar a criança de forma segura enquanto algumas tomam banho e são trocadas, mas somente nesse momento, pois não é aconselhável colocar a criança o tempo todo presa a esse. A presença de um cesto de lixo com tampa e pedal próximo ao lugar de troca de fraldas é fundamental.

4. Lactário: ambiente de alimentação, necessita de fogão, geladeira, micro-ondas, esterilizador, ventilador, o ideal é que seja um teto de laje que torna o ambiente fresco.

5. Solário: espaço reservado para tomar sol, sugere-se que tal atividade seja praticada antes das 10 e após 15 horas, podendo utilizar mangueiras e torneiras. Brinquedos grandes como balanços, triciclos, casa de boneca, entre outros são ideais para esse ambiente.

Além desses ambientes, alguns procedimentos podem ser seguidos com a finalidade de se obter um berçário completo, organizado e consequentemente agradável.

• Utilizar visores pra fazer as divisões dos cômodos de forma que possa estar em um ambiente e monitorar os demais;

• Evite colocar pisos com depressões, dê preferência para os pisos lisos e não escorregadios, visto que evitam acúmulo de sujeiras;

• Utilize azulejos nas paredes do fraldário e do lactário para garantir uma higiene adequada;

• Elimine degraus do ambiente, facilitando a entrada de pais e crianças deficientes, bem como evitar queda daqueles que carregam seus filhos no colo ou no carrinho;

Ressalta-se que cada indivíduo tem a sua forma de organizar suas ideias, sendo assim, tais sugestões podem e devem ser adaptadas de acordo com a realidade de cada um, desde que sigam um objetivo único de garantir que os bebês possam ter as melhores condições possíveis de atendimento de acordo com as reais expectativas dos pais que, na maioria das vezes, optam por este ambiente devido à falta de confiança em deixar seus bebês com uma babá, correndo o risco de serem maltratados e violentados.

Outras Notícias

 

Inclusão: Síndrome de Down
Postado em 19/06/2018

O filme brasileiro Colegas, de Marcelo Galvão, que narra a viagem de três jovens com Síndrome de Down em busca de seus sonhos chegou ao cinema. A história é inspiradora e, mais que isso, mostra como o indivíduo com deficiência intelectual pode, sim, ...
leia mais »

Seu filho não obedece? 9 dicas para mudar isto
Postado em 12/06/2018

Se a criança tem até 7 anos de idade, especialistas garantem que é possível estimulá-la com mais facilidade a obedecer

 “Tudo o que eu peço, ela faz o contrário. Às vezes, perco a cabeça”, conta a cabeleirei...
leia mais »

O medo nas crianças e bebês
Postado em 05/06/2018

Os medos são sentimentos totalmente normais nas crianças e bebês.

A criança tem medo.

Se seu filho sofre por algum medo, é muito importante que lhe transmita tranquilidade, segurança, e o ajude a superar seus medos com muito carinho e c...
leia mais »